INFORMATIVO SOBRE VISTOS

Informação geral sobre a entrada de estrangeiros na Hungria disponível em inglês no site:

http://konzuliszolgalat.kormany.hu/en

 

Entrada sem visto

Dos países da América do Sul cidadãos de Argentina, Brasil, Chile, Uruguay e Venezuela podem entrar na Hungria sem visto, caso o motivo da sua entrada não seja uma atividade remunerada e sua estadia na zona Schengen não ultrapasse 90 dias. Podem entrar sem visto também os familiares de cidadãos europeus, caso tenham uma permissão de permanência de um país da União Europeia.

 

Visto de Schengen

Nem a Embaixada da Hungria em Brasilia, nem o Consulado Geral em São Paulo emitem visto de Schengen. O Consulado Geral da Suíça em São Paulo emite visto de Schengen representando a Hungria no Brasil. Além da Embaixada da Hungria em Buenos Aires nos outros países de América do Sul emitem visto de Schengen representando a Hungria:

País

Cidade

Missão que emite visto

Brasil

São Paulo

Consulado Geral da Suíça

Chile

Santiago

Embaixada da Suíça

Colômbia

Bogotá

Embaixada da Suíça

Equador

Quito

Embaixada da Suíça

Peru

Lima

Embaixada da Finlândia

Suriname

Paramaribo

Embaixada de Países Baixos

Venezuela

Caracas

Embaixada da Grécia

As missões informarão o requerente sobre as condições de pedido de visto.

A lista completa de representações é disponível em inglês no site:

http://konzuliszolgalat.kormany.hu/visa-issuance-on-behalf-of-hungary

 

Visto para estadia de longa duração

Estrangeiros que querem entrar na Hungria com motivo de uma atividade remunerada, ou se sua estadia na Zona Schengen ultrapasse 90 dias devem submeter pessoalmente um pedido de visto de longa estadia na Embaixada da Hungria em Brasília ou no Consulado Geral em São Paulo.

Em caso de um pedido bem sucedido, a pessoa irá receber um visto lhe concedendo uma entrada única com autorização de residência para uma estadia de 30 dias na Hungria. Em todos os casos o requerente deverá apresentar:

  • passaporte , cuja validade deve ultrapassar com pelo menos três meses a data prevista da saída da Hungria;
  • formulario devidamente preenchido e assinado;
  • comprovante do pagamento da taxa
  • passagem (não só reserva) de ida e volta;
  • comprovante de alojamento e sustento na Hungria;
  • seguro de saúde (cobrindo pelo menos €30000,00);
  • comprovante de estadia legal no país caso o requerente não seja cidadão do estado onde apresenta seu pedido.

Além disso o requerente também deverá comprovar o motivo de sua estadia

 

atividade remunerada :

formulário

uma autorização de trabalho,

um contrato de trabalho,

um documento comprovando a qualificação necessária para o exercício do cargo,

uma declaração apresentando a renda anual esperada,

fins educacionais :

formulário

• carta convite do instituto educacional;

• declaração da escola que o requerente está isento do pagamento de taxas escolares ou que ele/ela já tenha pago as mensalidades.

reunificação da família:

formulário

• certificado de casamento/nascimento, e

• cópia do passaporte do parente Húngaro;

visita:

formulário

• carta convite oficial ou um convite que inclua um documento notarial;

• cópia do passaporte ou documento da identificação da pessoa;

tratamento médico:

formulário

• o nome e a morada da instituição médica onde se realiza o tratamento;

• certificado com o tipo e tempo de duração do tratamento médico;

• certificado de cobertura financeira do tratamento médico e da estadia na Hungria;

pesquisa:

formulário

• contrato com um instituto de pesquisa acreditado;

trabalho voluntário:

formulário

• Contrato com a instituição ou organização de acolhimento Húngara (igreja, biblioteca, câmara municipal, etc.);

outros (como estágio organizado por AIESEC ou IAESTE):

formulário

• Cartas oficiais emitidas pelos organizadores

       

Ao chegarem à Hungria os portadores de visto de permanência terão que comparecer pessoalmente na Agência de Imigração (BÁH) para retirar a carteira de permanência. Dentro da validade dessa carteira poderão não somente permanecer no território da Hungria, mas também fazer viagens curtas em todo o território da Área Schengen sem necessidade de outro documento ou visto.

Porém, terão que deixar o território da Área Schengen até o fim da validade da carteira, e só poderão retornar sem visto (por motivo de turismo) três meses depois.

Se – por alguma razão – a data de saída definitiva da Hungria é posterior à validade da carteira é necessário comparecer na Agência de Imigração e pedir um certificado de permanência temporária (ideiglenes tartózkodásra jogosító igazolás) que pode ter sua validade até a data da passagem de volta já comprada. Também há que comprovar as condições de alojamento e sustento no mesmo período.